Câmara Municipal elege Mesa Diretora para o Biênio 2023/2024

Rodrigo Rocha (PSD), atual Presidente do Legislativo, foi reeleito por unanimidade de votos e será reconduzido ao cargo para a gestão 2023/2024.

Câmara Municipal elege Mesa Diretora para o Biênio 2023/2024
Da esquerda para a direita os vereadores Geno Pereira-PSD, Rodrigo Rocha-PSD, Ananias Borges-PSB, José Filho-PSD e Cícero Português-PSB

A Câmara Municipal de Baixa Grande do Ribeiro realizou em sessão solene realizada nesta sexta-feira (03/09), eleição para Mesa Diretora da Casa no biênio 2023/2024. A votação reconduziu, por unanimidade de votos, Rodrigo Rocha (PSD) para o cargo de presidente, ficando com a vice-presidência o vereador José Filho (PSD) e a primeira secretaria com o vereador Ananias Borges (PSB).

A eleição antecipada é fruto de uma articulação política que resultou na alteração da Lei Orgânica e Regimento Interno da Casa, permitindo a antecipação das eleições da Mesa Diretora antes da conclusão do atual mandato.

O chamamento para as eleições foi aberto pelo Edital de Convocação nº 001, de 27 de Agosto de 2021, publicado no Diário Oficial dos Municípios em 30 de agosto de 2021.

Cumprindo determinação do artigo 7º, parágrafo 2º do Regimento Interno e, considerando os termos do edital de convocação que proibia a inscrição de um mesmo candidato em mais de uma chapa, e havendo um total de quatro chapas inscritas, sendo que, por determinação do mesmo edital teria que ser pelo processo ostensivo e nominal, optou-se por fazer a votação individual para cada cargo da Mesa, começando pelo cargo de Presidente.

Para votar, o parlamentar teria que falar a sua opção de voto e assinar na cédula de votação essa sua opção. Para Presidente havia quatro candidatos, na chapa nº 01 – vereador Rodrigo Rocha, na chapa nº 02 – vereador Osmirando Pereira, na chapa nº 03 – vereador Pedrovânio Pereira e na chapa nº 04 – vereador Cícero Português. Concluída a votação, o vereador Rodrigo Rocha foi reeleito por unanimidade de votos.

A eleição que contou com a presença de um grande público, teve muitos discursos acalorados e desabafos de ocasião, pois se tratava de uma votação ostensiva, cujo processo permite identificar o voto do parlamentar seguido das suas justificativas, revelando uma mesclagem de alianças que não se distinguia mais entre oposição e situação no parlamento municipal, o que resultou numa nova composição da Mesa Diretora para o biênio 2023/2024.